EM CONSTRUÇÃO

BLOG EM CONSTANTE ATUALIZAÇÃO - FIQUE LIGADO

FRANÇA - Dia 03: Buoux, Apt, Roussillion, Gordes, Ménerbes

De posse de mapas, e pesquisando um pouco mais na internet, definimos nosso roteiro do dia. Resolvemos repetir a dose itinerando por villages de Vaucluse, departamento da França que faz parte da Provence – o mesmo departamento das villages de ontem. Aix pertence a Bouches du Rhône. Nosso destino era Gordes, mas no caminho resolvemos passar por Buoux, região produtora de lavandas. A época de flora da lavanda é em junho e julho, mas quisemos passar por lá mesmo assim. Passamos por algumas vilas que visitamos ontem e fomos adentrando numa serra super linda, de estradas estreitas, com curvas, montanhas rochosas e vales.

Quase chegando em Buoux, vimos uma placa que indicava um castelo, então entramos na estreita estradinha vendo paisagens ótimas para um piquenique. No entanto não paramos e quando chegamos ao castelo vimos que ele era um espaço restrito, pelo que parecia um local para atividades com estudantes. O GPS recalculou a rota e não precisamos voltar.

Boux é uma vila muito pequena, talvez se 15 a 20 casas, algumas poucas pousadas e restaurantezinhos, na encosta da montanha cercada por plantações de lavanda. Pensamos em almoçar naquela paz, mas o restaurante onde perguntamos estava fechado, então seguimos adiante para Apt. O trajeto foi muito legal, mais bonito ainda, com várias plantações de lavanda e vinhas. Aliás, vinha é o que não falta nessa região que deve ficar linda na época da colheita da uva – agora só se vê as videiras sequinhas.

Entramos em Apt, estacionamos o carro para comprar pão para nosso piquenique de logo mais. Andamos pelo centro da cidade que parecia deserta. Praticamente todo comércio estava fechado – e era apenas 12h30. O centro velho lembra Aix, mas menos preservado e cuidado. Conseguimos encontrar uma boulangerie (alguma estavam fechadas pois era hora do almoço...) e seguimos viagem para Roussillon.

Chegando lá, encontramos um estacionamento (todos são pagos na vila) que tinha uma área para piqueniques. Aproveitamos o local e depois exploramos a pequena vila que fica no alto de um monte. A região se destaca pelo ocre retirado da terra que exibe múltiplos tons de marrom e laranja. O assunto é tão relevante que tem até locais de observação do solo, informações geológicas da região. Todas as casas de Roussillon são pintadas com as tonalidades do ocre. O local pareceu muito tranqüilo, com hotéis e pousadas. Bem no topo da cidade há uma igreja cercada de ruelas onde há um mirante fantástico com uma vista muito ampla, me arriscaria a dizer que de quase 270 graus. Em outro ponto é possível ver algumas camadas da coloração da terra e ter uma vista panorâmica da vila.





Programamos o GPS e em cerca de 15 minutos chegamos a Gordes. O vilarejo tem uma estrutura turística maior, um castelo bem no centro e muitas ruinhas antigas de pedra – o que pra nós foi um problema, pois Joaquim chegou lá dormindo e explorar a cidade com ele deitado no carrinho foi exaustivo, pois tínhamos que carregar o carrinho quase que o tempo todo. Resultado: desistimos de circular, sentamos na varanda de um café com uma vista fantástica. Vimos algumas pessoas em um mirante num morro defronte de onde estávamos e resolvemos ir até lá. Uma vista perfeita e maravilhosa da cidade, que ocupa toda a encosta do morro com construções utilizando um sistema de terraços.





Decidimos ir a Ménerbes antes de voltar a Aix e tentar encontrar um lugar lá pra ver o pôr-do-sol. GPS programado, mais alguns minutos e avistamos a cidade. Conseguimos estacionar na entrada da pequena cidade e seguimos a pé. Lá de cima a vista também é fantástica. A cidade tem ares antigos, algumas casas menos conservadas. Teria sido legal se tivéssemos chegado um pouco mais cedo pra percorrer mais o lugar. A noite caindo, descemos o morro e retornamos pra Aix-en-Provence.

4 comentários:

  1. Amei as dicas. Estou indo para a Provence no próximo mês!
    http://passageirosabordo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá Aline e Ismael! parabéns pelo blog! Encontrei por acaso pois estou fazendo o roteiro para minha viagem à Provence no final de junho com meu marido.Será que vcs poderiam me ajudar com algumas informações? Quanto tempo vcs acham que é suficiente para conhecer estas cidades em um dia - Gordes ,Ménerbes? Elas são muito próximas umas das outras? Quanto ao carro alugado, é tranquilo dirigir na provence? obrigada pela atenção. Fernanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda! Obrigado por sua visita!! Vcs vão a Provence na melhor época!!! Tomara que peguem os campos de lavanda beeeem floridos!!! Quanto às suas questões:
      Dá pra conhecer as cidades de Gordes e Ménerbes no mesmo dia tranquilamente. Como vc leu em nossos relatos, nós fazíamos algumas cidadezinhas a cada dia, e sempre perambulamos um bocado, fotografamos bastante, curtimos um café ou vinho, e tudo com muita calma.
      E dirigir naquela região é o que há de mais gostoso!! As estradas são super boas, tranquilas e com GPS a gente fica super a vontade pra "sair da rota" a qualquer momento! Nós sempre evitávamos as grandes estradas para poder passear mesmo, passar por dentro dos vilarejos e parar sempre que desse na telha. É super gostoso!
      Aproveitem muito!!! Bjs.

      Excluir
  3. Olá pessoal,
    Estou planejando visitar a Provence, minha duvida é, vou de carro de Paris a Aix-en-Provence ou vou de trem e alugo um carro lá? Obrigada, Patricia

    ResponderExcluir